5 de mai de 2010

Vai ser sempre assim.

Quando acelera a vontade de sair do tédio, da monotonia,
acabo por encontrar pessoas e coisas mais entediantes.
Pessoas que não sabem o que fazer ou falar, que agem como
se fossem os maiorais, mas no fundo não é ninguém
além um outro ser igual a todos.
Coisas que só mudam de lugar,
coisas que não servem nem parar confortar.
Resta-me aqui duas opções,
viver no mundo da ilusão ou começar a manipular a solidão..

Nenhum comentário:

Postar um comentário