23 de nov de 2011

Te guardo com leveza.


"É na humildade dos tempos de conversas, da convivência que criavámos sem nos apertarmos, do tempo que nos disponibilizavamos sem que pra isso precisasse ter todo um preparo mental, era leve. Sobrenatural. O que eu gostava mesmo era disso, tudo na base do improviso. Por isso eu te guardo. Pois é a simplicidade que alegra a minha vida."

Nenhum comentário:

Postar um comentário