7 de nov de 2010

Desencontros, sempre vão existir.

Mesmo com todas as juras a nós mesmo depois dos desamores.
Voltamos a nos "embabacar" quando aparece um dito anjo, em nossa vida.
E aquele pseudo anjo faz tudo o que todos os outros fizeram.
E você continua à esperar, que aquele vislumbre dos teus olhos
seja correspondido, um dia, da forma que você mais deseja,
da forma que você mais dedica.
Ele simplesmente some, não dá sinal de vida, demora secúlos para te responder
um depoimento que você deixou e nem lembra mais.
Daí você faz todas as costumeiras promessas a si mesmo e ao seu coração.
Mas não adianta, o cérebro pode até ter razões em algumas questões sobre
relacionamentos, contudo, ele não é nada quando o bentido coração cisma em se apaixonar.
E não há promessas, mágoas passadas ou qualquer outra coisa
que te faça reverter essa desejo de ter o dito cujo.

E sempre vai ser assim. Tudo vai acabar, bem ou mal, mas vai acabar.
E de algumas formas que te fará sofrer, mas não morrer.
Essa é nossa vida, encontros e desencontros, amores e desammores, paixões e dores.
Só temos que saber lhe dar com isso e aprender a esperar não esperando
algo de alguém.

Um comentário:

  1. Escreveu pra mim é ?! rs ..
    Lindo, com palavras simples mas com um demostrar de sentimento imenso .. Gostei mesmo, de verdade !

    ResponderExcluir